Igreja de São Cristóvão Igreja de São Cristóvão 41.073534, -8.129048

Igreja de São Cristóvão

Partilhar no Facebook Partilhar no Twitter Partilhar no Google +

Época:
Séc. XIII/XIV

Morada:
Av. Dr. Reinaldo Florido Calheiros, S. Cristóvão de Nogueira

Caracterização:

Arquitectura religiosa, românica / gótica / maneirista / barroca. Igreja de nave única com coro-alto e capela-mor mais baixa e estreita.

Portais de arcos apontados assentes em impostas salientes. Decoração das arquivoltas dos portais com esferas. Cachorradas e modilhões com figuras humanas e bestiário. Poucas fenestrações e paredes espessas. Torre com ausência de decoração e verticalismo nas formas, com pináculos piramidais e coruchéu. Janelas com topos e bases curvas molduradas, de perfil barroco. Tectos de caixotões de madeira, pintados com cenas hagiográficas. Altares de talha dourada do estilo nacional, rococó e de construção recente.

Descrição técnica:

Planta longitudinal, composta e irregular. Disposição horizontalista das massas e coberturas de telhados diferenciados de 1 e 2 águas. Embasamento pouco proeminente.

Fachada principal: orientada a O. com portal de arco apontado e 3 arquivoltas assentes em impostas salientes e decoradas com esferas.

Em posição central e em nível superior, fenestração rectangular. Remate em cornija, pináculos nos ângulos e cruz no vértice da empena. Torre sineira lateral, com óculo no 1º registo. Friso sobre o qual se desenvolve um 2º com óculo cego. Sobre ele cornija desenvolvida sobre a qual assenta a sineira propriamente dita, com 1 ventana de arco de volta perfeita em cada face. Cornija com pináculos nos ângulos e como remate, coruchéu piramidal.

Alçado Sul: com portal lateral de arco apontado, assente em impostas com arquivolta, ladeado por 2 fenestrações de recortes diferenciados, No corpo da capela-mor, em plano mais recuado, 2 fenestrações iguais e a par. Cachorrada e cornija. Alçado tardoz cego no corpo da capela-mor. Cornija, pináculos e cruz no remate em empena. Em plano mais recuado, sacristia de menor pé direito, com porta rectangular e pequenas fenestrações.

Alçado Norte: no corpo da sacristia que se adossa parcialmente à capela-mor e nave, tem 2 frestas rectangulares. No corpo da nave, pequeno nicho entaipado de arco a pleno centro, para colocação de altar lateral e janelão recortado em plano superior.

Na face da torre, que com o pano murário faz ângulo de 90 graus, porta de acesso ao interior da mesma. Cachorrada e cornija nos panos murários da capela-mor e nave.

INTERIOR de nave única, com coro-alto, capela-mor, sacristia e torre sineira. Lado da fachada principal com portal principal de arco apontado. Coro-alto com balaustrada de madeira. Fenestrações do lado da Epístola e sobre o pórtico principal. Lado do Evangelho marcado por baptistério, púlpito quadrangular com bacia em pedra, sobre consola e acesso por escada de cantaria. Janelão rectangular em plano superior e altar lateral. Lado da Epístola com arcosólio de arco quebrado e portal de arco rebaixado ladeado por 2 altares. Janelão igual e no enfiamento do fronteiro. Tecto de madeira de caixotões policromados. Arco triunfal a pleno centro, emoldurado por talha dourada e ladeado por 2 altares. Capela-mor tem, no lado do Evangelho, porta para a sacristia. Do lado fronteiro, 2 janelões rectangulares.

Altar-mor, a que se tem acesso por 3 degraus recortados, com retábulo em talha dourada com tribuna. Tecto de madeira de caixotões policromados.

 

3573