Igreja Matriz da Gralheira Igreja Matriz da Gralheira 41.004779, -7.970236

Igreja Matriz da Gralheira

Partilhar no Facebook Partilhar no Twitter Partilhar no Google +

Em 1144, a “vila” da Gralheira recebe de Mem Moniz e D. Cristina carta de povoamento, surgindo depois nas Inquirições de 1258 como vila regalenga.

No centro da povoação ergue-se um pequeno templo, todo ele em granito, templo este que ainda não possuía sacrário no início do séc. XVII. Possuía no entanto três altares, sendo os laterais dedicados a São Sebastião e a Nossa Senhora do Rosário.

Em 1950 esta foi ampliada e foi erigida a torre sineira, substituindo o velho campanário que aí existia.

No interior estão presentes as imagens da Senhora da Agonia, Senhora do Rosário e São Gonçalo no altar-mor, Nossa Senhora da Graça, Santo António, São Sebastião, Sagrado Coração de Jesus, Imaculado Coração de Maria e São José nos altares laterais.

Na igreja modernamente alongada, preside como padroeira a Senhora da Graça, realizada artisticamente numa escultura de madeira, talvez dos começos do Séc. XVII.
 

Palavras-chave :
1084