Ponte de Soutelo

Partilhar no Facebook Partilhar no Twitter Partilhar no Google +

A ponte de Soutelo, em maciços blocos de granito, lança-se sobre o rio Bestança para unir, imponentemente, a travessia pedestre e em carros de vacas, numa das rotas mais importantes para a região: entre Soutelo e o lugar da Granja.

Esta antiga via que servia os que, vindos da zona de Castro Daire, desciam a Serra do Montemuro em direção a Porto Antigo, tem vindo a ser interpretada como parte integrante de um importantíssimo itinerário romano entre duas capitais provinciais: Emérita Augusta (Mérida), e Bracara Augusta (Braga).

Mesmo sem registos exatos, é considerada uma obra com caraterísticas medievais. Curiosamente, a única sobre o rio Bestança.

Com arco de volta perfeita com cerca de 9m de diâmetro; apresenta tabuleiro de cavalete com 2,5m de largura (face interior), piso lajeado com blocos e lajes de grandes dimensões, e guardas de ambos os lados, formadas por blocos e lajes de talhe grosseiro, dispostas segundo o lado maior.

Os elementos em falta, sobretudo pela erosão, têm vindo a ser reparados, por vezes pelos próprios utilizadores, com técnicas algo pitorescas e rudimentares.

Palavras-chave :
1238