Mamoas de São Pedro Mamoas de São Pedro 41.007707, -8.085240

Parque megalítico de S. Pedro

Partilhar no Facebook Partilhar no Twitter Partilhar no Google +

As Mamoas de São Pedro encontram-se no lugar de São Pedro de Campos na freguesia de Tendais, Concelho de Cinfães, e estão implementadas a uma altitude de cerca de 1125m.

Tipologicamente, estes três monumentos fazem parte daquilo que, na arqueologia pré-histórica, se chama megalitismo (no qual estão inseridos diversos tipos de monumentos desde antas, menires, recintos, cistas, etc.). Este fenómeno distingue-se pela construção de estruturas constituídas por grandes rochas, e surge no atual território português por volta de meados do quinto milénio a. C. Com isto, os sítios aqui referidos, terão uma datação que se situará entre o Neolítico (meados do 5º milénio a. C.) e o Calcolítico (3º milénio a.C.).

Os monumentos em questão tratam-se de mamoas (ou antas), com uma função funerária. Estas estruturas são constituídas pela mamoa, que é um monte artificial de terra e pedras, e pelo dólmen, que é a estrutura feita de pedra revestida pela cobertura da mamoa. No interior destes monumentos eram exumados os defuntos e decorreriam diversos rituais. Nestes sítios é comum serem encontrados materiais cerâmicos, objetos de pedra polida e lascada, assim como outros artefactos relacionados com as atividades rituais que ai decorreriam. É também comum existirem nos esteios que constituem o dólmen motivos de arte rupestre (gravada ou pintada). No Concelho de Cinfães o megalitismo apresenta características típicas da cultura da Beira Alta “caracterizada por uma grande diversidade ao nível tipológico, cronológico e da implantação” (PINHO, LIMA; 2000: 12).

A Mamoa 1 de São Pedro encontra-se implementada junto ao sopé da encosta no topo da qual se encontra a capela de São Pedro, junto ao estradão que corta essa mesma encosta. É constituída por um monte ligeiramente alto, aonde ainda se podem distinguir as pedras miúdas que constituem a couraça da mamoa. No centro é possível identificar alguns esteios pertencentes ao dólmen, que formam o que parece uma cista. Na zona central, onde se encontram os esteios, é possível identificar uma cratera de violação.

A Mamoa 2 de São Pedro encontra-se a cerca de 200m a norte da mamoa 1 e a poucos metros do já referido estradão. O monumento encontra-se pouco destacado acima do solo e ainda apresenta grande parte da couraça constituída por pedra miúda. Na coroa é possível identificar a cratera de violação (de dimensões razoáveis) assim como o que poderá ser parte de um dos esteios do dólmen.

A mamoa 3 de São Pedro encontra-se a cerca de 50m da mamoa 2 e a poucos metros do estradão de terra batida. Encontra-se bem destacada do solo e ainda é bem visível a couraça desta, constituída por pequenas pedras. No topo da mamoa são identificáveis alguns esteios do dólmen assim como a cratera de violação.

Palavras-chave :
1285